Aba 1

NOTÍCIAS

Postado em 06 de Dezembro de 2017 às 08h42

Vegetarianismo: Entenda esse estilo de vida!

Vitafrux o Melhor para Saúde e Bem-estar. Cada vez mais, a população vem aderindo à dieta vegetariana, seja por opção nutricional ou por adoção ao estilo de vida. Há quem seja...

Cada vez mais, a população vem aderindo à dieta vegetariana, seja por opção nutricional ou por adoção ao estilo de vida. Há quem seja contrário ao sofrimento dos animais, quem queira adotar uma dieta mais leve, quem seja alérgico à proteína da carne, ou faça a opção por motivos religiosos.

A dieta vegetariana difere da dieta onívora, em que a base da alimentação são os vegetais e animais, em vários aspectos. De acordo com a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), o vegetariano pode ou não ingerir alimentos derivados de animais. Na dieta vegetariana, encontramos subdivisões, como a vegana, a lacto-vegetariana, a ovo-lacto-vegetariana, a ovo-vegetariana, a crudívora e a frugívora. 

Segundo o coordenador jurídico da SVB, Ulisses Borges, em 2013, de 8% a 9% dos brasileiros se declaram vegetarianos ao Instituto Brasileiro de Geografia de Estatística (IBGE). Dados do Instituto Ipsos -empresa de pesquisa e de inteligência de mercado – reforçam que 28% dos brasileiros têm procurado comer menos carne. Ele destaca que há valores éticos e filosóficos tanto para fundamentar a dieta vegetariana quanto para uma não vegetariana.

O crescimento desses tipos de dieta no Brasil acompanha uma tendência mundial. Segundo a SVB, na Europa, por exemplo, 14% de todos os novos produtos lançados em 2015 são vegetarianos ou veganos.

Os últimos dados divulgados sobre a população vegetariana no Brasil, de 2012, mostram que a porcentagem de homens e de mulheres nessa situação no Brasil é a mesma: 8%. O índice se altera conforme a idade, aumentando entre as pessoas de 65 a 75 anos. Nesse grupo, o percentual chega a 10%. Já entre os jovens de 20 a 24 anos, o percentual é ligeiramente menor (7%), assim como entre homens e mulheres de 35 a 44 anos.

A cidade onde encontramos mais vegetarianos é Fortaleza, no Ceará, onde cerca de 14% da população afirmou ser vegetariana, maior percentual entres as capitais e regiões metropolitanas pesquisadas. Em seguida, vem Curitiba, no Paraná, com 11% de seus moradores adeptos ao vegetarianismo. Já Brasília, Recife e Rio de Janeiro têm 10% da população vegetariana. Em Belo Horizonte, o percentual é de 9%.

De acordo com a nutricionista Shila Minari, o termo vegetariano, por si só, designa o indivíduo que não consome carne, mas existem variações na dieta.

“A gente pode ter o vegetariano estrito, que não come nada, nem derivados, o ovo-lacto-vegetariano, que ainda consome ovos e laticínios e a gente tem os veganos, que não consomem nenhum tipo de alimento ou aditivo de origem animal. Os veganos também não consomem produtos como roupas, acessórios, cosméticos, feitos com substâncias de origem animal ou testados em animais”, explica.

“Quem come carne acha que, de uma forma geral, está suprindo todas as necessidades comendo carne e quem é vegetariano se preocupa mais em tentar incluir vegetais na alimentação e só isso já deixa a alimentação mais saudável e equilibrada.”

A nutricionista explica que suplementos de vitamina B12 muitas vezes são necessários para os vegetarianos. Esta é a única vitamina que não se consegue suprir com esse tipo de alimentação.

Para ter uma dieta balanceada e não compensar a falta de proteína animal com outros alimentos pobres em nutrientes, Shila aconselha acompanhamento profissional. “É importante que quem vá começar uma dieta vegetariana faça acompanhamento nutricional.”

Veganismo:

Criado em 1944, na Inglaterra, por Donald Watson, o movimento vegan, ou vegano, vem ganhando cada vez mais espaço na sociedade brasileira. Por motivações éticas, os veganos não consomem nada de origem animal em nenhuma área de suas vidas.

Alimentação, vestuário, espetáculos ou qualquer outro tipo de atividade que envolva sofrimento animal é excluída da vida de uma pessoa vegana. O veganismo é uma postura política e não uma dieta. No Brasil, a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) é entidade responsável pela certificação de produtos veganos. O selo é entregue após análise rigorosa da cadeia produtiva.

Fonte: Paraiba Online

Veja também

Benefícios do ômega 3 para a saúde!04/09/17 O ômega-3 é um tipo de gordura poli-insaturada, muito benéfica ao organismo. É essencial, ou seja, o corpo não consegue produzi-la, devendo ser obtida por meio da alimentação ou de suplementos especializados. As gorduras são importantes fontes de energia, conferem sabor aos alimentos e são primordiais para a absorção, no intestino, das......
Benefícios do chá verde!20/05/16 O chá verde (Camellia sinensis) é a segunda bebida mais consumida no mundo estando associado a diminuição dos riscos em doenças cardiovasculares. A sua apreciação deve-se ao seu aroma, ao seu sabor e às......
Colágeno: fonte de juventude para sua pele!06/05/16 O que comemos reflete o modo como somos vistos pelas pessoas e pelo mundo. A pele é um indicador visual de saúde que com o passar do tempo começa a apresenta sinais de envelhecimento. Na medida em que a população tem......

Voltar para (Notícias)